Evel XXI branco 2013’: novo vinho da Real Companhia Velha já disponível em todo o país
10 de Julho de 2014

2014: no ano em que Evel completa 101 anos, a Real Companhia Velha decidiu ilustrar a vitalidade desta marca com o lançamento de Evel XXI, um novo marco qualitativo, num segmento topo de gama e adaptados à realidade do novo século. A primeira referência é o ‘Evel XXI branco 2013’, que já está disponível em restaurantes, garrafeiras e lojas seleccionadas de Norte a Sul do país e Ilhas. Segue-se um tinto, de 2012, que surgirá no mercado ainda este ano. 
 
‘Evel XXI branco 2013’ é um branco de qualidade superior elaborado a partir de castas tipicamente durienses: Viosinho, Rabigato, Fernão Pires e Arinto. Embora demonstre imensa complexidade aromática, riqueza de sabores, comprimento de prova e seja um vinho cheio e sumarento, não estagia em madeira. Segue assim a tendência do mercado actual. Jorge Moreira, director de enologia da Real Companhia Velha, descreve-o como “um belíssimo branco duriense que demonstra toda a sua juventude e concentração através de uma brilhante e intensa cor citrina. Aromas frutados e florais surgem em grande complexidade com notas vegetais e minerais, típicas da região. Muito equilibrado e repleto de sabores frutados com uma excelente acidez que o torna muito longo e fresco.”
 
EVEL XXI assinala a vitalidade de uma marca centenária adaptada aos tempos modernos
 
Registada em 1913, Evel é uma das mais antigas e carismáticas marcas de vinho em Portugal; no Douro é a segunda mais antiga, só ultrapassada por Grandjó, também pertença da Real Companhia Velha e nascida em 1912. A curiosidade do “nome fantasia” Evel provém do facto de não ter um significado próprio, para além daquele que resulta da leitura do seu anagrama: leve. Pretendia-se assim, há um século atrás e através de um trocadilho, invocar as características organolépticas dos seus vinhos, que aliás prevaleceram até aos nossos dias: elegância, suavidade e de prova agradável.
 
Evel ficou célebre a partir da década de 1950 tendo seguramente para esse facto contribuído o estatuto de “fornecedora da Presidência da República” atribuído à Real Vinícola, enquanto empresa produtora e que os seus rótulos orgulhosamente ostentavam.
 
Em 2013, para celebrar o centenário da marca, a Real Companhia Velha selecionou um restrito lote, a partir das castas Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz provenientes de variadas parcelas de Vinhas Velhas localizadas nas propriedades da Companhia, que deu origem a uma edição especial de 3.200 garrafas numeradas. A esse vinho, um tinto de 2011, deu o nome de ‘Evel XXI Centenário 1913-2013’, tendo sido este o embrião desta nova marca.
 
Evel XXI representa um novo marco qualitativo, a assinalar a entrada desta consagrada marca no segundo século de existência. O vinho –  jovem, intenso e de grande profundidade aromática – evoca a vitalidade de uma marca registada em 1913 e que, em pleno século XXI, continua a merecer a preferência e o reconhecimento dos mais exigentes apreciadores de vinhos.
 
O ‘Evel XXI branco’ é produzido a partir de uvas provenientes de parcelas seleccionadas na Quinta do Casal da Granja e na Quinta de Cidrô. São ambas propriedades da Real Companhia Velha localizadas acima dos 500 metros de altitude, na planície de Alijó e em São João da Pesqueira, respectivamente, e onde o clima ameno e a elevada altitude são ideais para a produção de brancos frescos, aromáticos e com excelente acidez. 

O ‘Evel XXI tinto’, que será lançado ainda este ano, representa mais um topo de gama no portefólio da Real Companhia Velha. Produzido a partir de Vinhas Velhas localizadas na afamada Quinta das Carvalhas (situada na encosta esquerda do rio Douro, de frente para o Pinhão), parcelas de Touriga Nacional e Touriga Franca da Quinta do Síbio (localizada no Vale do Roncão) e ainda uma parcela de Touriga Franca da Quinta dos Aciprestes, este poderoso e elegante tinto duriense vai certamente ser – nesta e nas futuras colheitas – uma verdadeira homenagem a esta marca centenária. 
Real Companhia Velha 2014 design & development: LK Comunicação | PublicDomain